Telefone: (51) 3029-3399

Rua Dona Laura, 320 - 9º andar

(estacionamento convênio na entrada do prédio - 10% desconto) 

Distúrbios Respiratórios do Sono

Saiba quais são os Principais Distúrbios Respiratórios do Sono:

Respiração durante o Sono

Quando você respira, o ar passa pela sua garganta para chegar aos pulmões, atravessando estruturas macias e flexíveis, como o palato mole, úvula, amígdalas e língua. Durante o dia, os músculos ao redor dessas estruturas fortalecem e mantém todas em seus lugares, para não ocorrer bloqueios na passagem do ar. Durante o sono esses músculos relaxam, mas a passagem na garganta se mantém livre para a circulação do ar nos pulmões.

A maior parte do tempo, você nem pensa que está respirando. Mas se você já teve um nariz congestionado, sabe qual é a sensação de tentar respirar através de uma via estreitada. O ronco é causado devido à obstrução das vias respiratórias, que bloqueiam parcialmente as estruturas da sua garganta dificultando a passagem de ar. Se ocorrer um bloqueio completo e você não conseguir respirar de forma alguma, você tem uma APNÉIA DO SONO. 

Ronco

Ronco é o termo utilizado para descrever o ruído que algumas pessoas fazem quando estão dormindo. Mais especificamente, o ronco é causado devido à obstrução das vias respiratórias, que bloqueiam parcialmente as estruturas da garganta dificultando a passagem de ar. O ronco é um colapso que pode ser ocasionado por tônus muscular incompetente, um relaxamento da musculatura da garganta, com queda da língua para trás fazendo vibrar a musculatura lateral; pelo aumento de estruturas como amígdalas, úvula e adenóides; pelo acúmulo de gordura na submucosa da garganta, ou ainda por patologias que lavam a obstrução nasal, como desvio do septo nasal, pólipos nasais, tumores e rinites.

Em alguns casos esse ronco pode se tornar patológico e levar a Apnéia do Sono. Atualmente já existem exames especializados para tratar os roncadores. Inicialmente o roncador deve ser avaliado pelo Otorrinolaringologista para um exame detalhado do nariz e garganta e posteriormente pode ser submetido à polissonografia, que é um exame que analisa o sono e registra o grau de apnéia. 

Algumas Medidas Preventivas

Existem medidas simples que podem ser adotadas pelas pessoas que roncam para facilitar o sono e evitar o relaxamento da musculatura da garganta: Evitar uso de tranqüilizantes ou remédios que provoquem sono; Dormir de lado; Elevar a cabeceira da cama; Evitar bebidas alcoólicas e refeições pesadas antes de dormir. 

Apnéia Obstrutiva de Sono (AOS) 

É um quadro grave de Apnéia. A causa é quase sempre obstrução das vias aéreas por excesso de peso, diâmetro muito grande do pescoço e flacidez das estruturas da garganta. É mais freqüente em homens, mas também pode ocorrer nas mulheres. A AOS tem que ser tratada. Além da piora nítida da qualidade de vida, ela aumenta a probabilidade da pessoa sofrer Infarto do Miocárdio e Acidente Vascular Cerebral (AVC ou "derrame"). A população com Apnéia Obstrutiva do Sono tem mortalidade muito maior do que a população da mesma faixa etária que não sofre de Apnéia. O tratamento costuma trazer resultados espetaculares e muda completamente o prognóstico. Uma pessoa tratada tem a mesma sobrevida que as demais pessoas da mesma faixa etária. Medicamentos para dormir (hipnóticos) não são indicados porque deprimem o Centro Respiratório, agravando a hipóxia. Os tratamentos disponíveis são: perda de peso, almofadas que obriguem a pessoa a dormir de lado, aparelhos dentários e CEPAP.

Apnéia do Sono

Quando o ar não consegue chegar aos pulmões devido ao bloqueio completo da garganta, ocorre a Apnéia (significa "sem respiração"). Devido à falta de ar fresco nos pulmões, o cérebro comanda o corpo para acordar, dando tempo suficiente para ativar os músculos da garganta e desbloquear a passagem do ar. Com um alto suspiro, a respiração começa novamente. Este processo pode se repetir várias vezes durante a noite, tornando o sono superficial e fragmentado. Mesmo não se recordando de ter acordado várias vezes à noite, você se sente cansado durante o dia. A deficiência de sono e ar fresco pode lesar os pulmões, coração e outros órgãos, causando problemas como pressão alta, ataque cardíaco ou derrame cerebral. 

CEPAP

Cepap é um aparelho composto de um motor silencioso e uma máscara que força a entrada de ar nos pulmões.

Tratamentos:

Cirurgia tradicional, laser, radio-freqüência, abordagem do esqueleto, facial, tratamentos não-cirúrgicos – CPAP.