Telefone: (51) 3029-3399

Rua Dona Laura, 320 - 9º andar

(estacionamento convênio na entrada do prédio - 10% desconto) 

Apneia Obstrutiva de Sono (AOS)

É um quadro grave no qual o sono superficializa até centenas de vezes por noite sem que a pessoa perceba. Geralmente a parceira nota que o paciente ronca e tem pausas na respiração, seguidas de grandes puxadas de ar.

 

A AOS prejudica todo o organismo e é responsável por um aumento de mortalidade muito maior que outras pessoas da mesma faixa etária.

É mais freqüente em homens, mas também pode ocorrer em mulheres. 

A causa é quase sempre obstrução das vias aéreas por excesso de peso, diâmetro muito grande do pescoço e flacidez das estruturas da garganta.

A AOS tem que ser tratada. Além da piora nítida da qualidade de vida, ela aumenta a probabilidade da pessoa sofrer Infarto do Miocárdio e Acidente Vascular Cerebral (AVC ou "derrame"). A população com Apneia Obstrutiva do Sono tem mortalidade muito maior do que a população não apneica da mesma faixa etária. 


O tratamento costuma trazer resultados espetaculares e muda completamente o prognóstico. Uma pessoa tratada tem a mesma sobrevida que as demais pessoas da mesma faixa etária.
Medicamentos para dormir (hipnóticos) não são indicados porque deprimem o Centro Respiratório, agravando a hipóxia. 

Os tratamentos disponíveis são: perda de peso, almofadas que obriguem a pessoa a dormir de lado, aparelhos dentários e CEPAP.

Cepap é um aparelho composto de um motor silencioso e uma máscara que força a entrada de ar nos pulmões. Talvez seus filhos achem que você se transforma num astronauta à noite, mas sua qualidade de vida será muito melhor.