Telefone: (51) 3029-3399

Rua Dona Laura, 320 - 9º andar

(estacionamento convênio na entrada do prédio - 10% desconto) 

Dor de ouvido: quando o antibiótico é necessário

Coisa comum de acontecer com crianças é dor de ouvido. A amoxicilina é o antibiótico mais usado para combater a otite média aguda, uma das principais causas da dor de ouvido. A prescrição precoce deve ser evitada para que a criança não tome um medicamento sem necessidade, já que existem dores de ouvido que não precisam de antibiótico.

Quando a criança tem seis meses de vida ou mais, está com dor de ouvido, mas também apresenta febre de 39°, é preciso ministrar o antibiótico. Se a criança tiver entre 6 e 23 meses e a otite surgir nos dois ouvidos, também é caso para usar o antibiótico.

Ainda nessa faixa etária, dos 6 aos 23 meses, se a criança não tiver nenhum outro sintoma grave e a dor estiver em um ouvido, é caso para esperar dois dias antes de usar o antibiótico. Esta orientação serve também para crianças com mais de dois anos.

Mas a prevenção é a melhor orientação. Para evitar o aparecimento de otite, as recomendações da Associação Americana de Pediatria (AAP) são: tomar a vacina contra a gripe (H1N1) e a vacina pneumocócica; amamentação exclusiva até os seis meses; evitar a exposição da criança à fumaça do cigarro e diminuir ou evitar o uso da chupeta dos seis meses a 1 ano estão entre elas.