Telefone: (51) 3029-3399

Rua Dona Laura, 320 - 9º andar

(estacionamento convênio na entrada do prédio - 10% desconto) 

Glômus timpânico e jugular

Também conhecidos como Quemodectomas e Paragangliomas, os tumores glômicos são geralmente benignos, isto é, não se espalham pelo organismo. Ocorrem com maior freqüência na cabeça e no pescoço, e podem crescer dentro do Osso Temporal, onde está o ouvido, e também no nervo facial, responsável pelos movimentos do rosto.

 

A importância em tratar esse tumor o mais cedo possível é que este pode acometer outras estruturas, e até causar paralisia do rosto, temporária ou permanente. Os primeiros sintomas normalmente vêm acompanhados de zumbido e perda auditiva.