Telefone: (51) 3029-3399

Rua Dona Laura, 320 - 9º andar

(estacionamento convênio na entrada do prédio - 10% desconto) 

As amígdalas, também conhecidas como amígdalas palatinas estão localizadas na orofaringe , e a adenóide, conhecida como amígdala faríngea localizada atrás das fossas nasais, são parte de uma estrutura chamada anel linfático de Waldeyer. Este anel se situa na entrada do trato respiratório superior, e por isso

A adenóide tem uma função similar à das amígdalas. Ela protege a parte superior da faringe, que inclui o fundo do nariz, contra infecções bacterianas ou virais. Infecções freqüentes, como sinusites crônicas, são uma das causas que podem causar o aumento do tamanho da adenóide, dificultando a respiração e,

O nariz é um dos componentes das vias respiratórias, sendo o primeiro local por onde a ar passa até alcançar os pulmões. As suas funções são conduzir o ar, purificá-lo, aquecê-lo, umidificá-lo, servir de câmara de ressonância para o som, possibilitar o olfato e iniciar o reflexo naso-sinusal.

Também conhecida por "carne esponjosa", a adenóide é uma massa de tecido linfóide que ocupa o teto da nasofaringe. Sua principal função é estimular a resposta imune a vários antígenos ingeridos. Neste tecido são encontrados linfócitos T e B (células de defesa), que atuam na defesa humoral (anticorpos) e celular do organismo.

O Septo Nasal é a estrutura que separa as duas fossas nasais. É composta por osso e cartilagem. A parte óssea do septo, geralmente, está localizada medialmente até os sete anos de idade. Depois disso, ela freqüentemente se desvia para um dos lados, normalmente para a direita, mas isto não é uma regra.